Blog que avalia e compara sites de encontros

Formas de detetar Catfishs em sites de encontros

26 de janeiro, 2022
Formas de detetar Catfishs em sites de encontros

Os sucessivos períodos de confinamento, aumentaram o número de horas que os utilizadores passam na Internet e também foram responsáveis pelo acréscimo de inscrições em sites de encontros. E até aqui tudo bem, porque nada como conviver e namorar em segurança em tempo de pandemia, mas o problema é que os Catfishs resolveram acompanhar os novos hábitos dos portugueses...

É verdade que os sites de encontros são perfeitos para conhecer pessoas, fazer novos amigos e encetar relações amorosas, mas também são um alvo fácil para os Catfishs, pessoas ansiosas por manipular emocionalmente utilizadores mais vulneráveis, a fim de extorquir dinheiro, entre outras fraudes. É por isso que convém ler este artigo, perceber o que são Catfishs e como evitar ser mais uma vítima de catfishing.

O que são Catfishs?

São pessoas que se fazem passar por outras pessoas, em aplicativos e sites de namoro, através de fotos e informações falsas, muitas vezes de terceiros, com o objetivo de extorquir dinheiro e/ou fazer chantagem ou manipulação sentimental e sexual.

Portanto, Catfish (em tradução literal, peixe-gato) é um termo usado para designar utilizadores da Internet mal-intencionadas que criam perfis falsos para enganar pessoas, e a bem dizer a palavra só ficou conhecida depois de um famoso reality show que passou na MTV em 2012, intitulado "Catfish: The TV Show". Mostrava, precisamente, o perigo das ligações com estranhos através da Internet, revelando o que pareciam ser autênticas histórias de amor (com uma intensa troca de mensagens com incontáveis "amo-te" e "já não consigo viver sem ti"). Mas a questão é que um dos utilizadores tinham sempre a câmara do telemóvel ou do computador avariada e mil desculpas para adiar um encontro presencial. É a explicação é óbvia, ganhava confiança e manipulava... enquanto a outra parte suspirava de amor!

Como atuam?

Os Catfishs começam por entrar em contacto com pessoas que lhes parecem mais vulneráveis, depois mostram interesse por elas para conquistar a sua confiança e por fim, aplicam o golpe, seja ele qual for: extorquir dinheiro, aceder a fotos íntimas, roubar dados pessoais e bancários e - às vezes pior que tudo isso - destroçar o coração da vítima que estava completamente apaixonada!

Onde costumam aplicar os seus golpes?

Regra geral, em redes sociais, aplicativos e sites de namoro, muito porque o seu principal recurso é a sedução e é aí que encontram pessoas abertas a novas relações de amor e amizade.

Felizmente, hoje em dia já existem diversas formas de detetar Catfishs ou perfis fakes neste tipo de plataformas. E nós vamos dá-las a conhecer!

Como detetar Catfishs em sites de encontros?

Não seja vítima de catfishing! Conheça algumas dicas para descobrir perfis falsos!

• Desconfie de perfis de pessoas que além de bonitas, são bem-sucedidas. Não porque as duas características sejam inconciliáveis, mas porque muitos Catfishs têm-se feito passar por estrangeiro bem-apessoados e com profissões de sucesso.

• Alerta máximo quando a pessoa insiste, desde logo, para que saiam do site de encontros e continuem a conversa por mensagens instantâneas.

• Se alguma coisa não estiver a bater certo, pesquise o nome e a foto desse perfil em motores de busca, como o Google. E não se assuste se o nome ou a foto estiverem associados a alguém fora da rede! É típico deste tipo de cibercriminosos, pelo que o melhor a fazer é bloquear, excluir e denunciar esse tipo de perfil.

• O seu interlocutor mantém os perfis de redes sociais sempre bloqueados? Tem poucas fotografias disponíveis no site de encontros e uma grande lábia? Fique alerta!

• Insista numa conversa por vídeo para confirmar se a imagem dessa pessoa corresponde à imagem da foto de perfil. Se se tratar de um Catfish vai recusar-se a ligar a webcam ou arranjar desculpas para adiar sucessivamente esse encontro.

• Tente marcar um encontro presencial, quanto mais não seja para ver a reação desse utilizador. Se aceitar e aparecer, pode ficar descansado(a), mas se recusar ou não aparecer no dia, local e hora marcada... é bem provável que se trate de um golpista!

6 Etapas para passar do chat ao encontro presencial

• Desconfie imediatamente se essa pessoa lhe falar das suas dificuldades financeiras e lhe pedir dinheiro emprestado. E mesmo que não o faça diretamente, tenha cuidado porque os Catfishs costumam aplicar golpes para obter dinheiro das suas vítimas indiretamente, através do acesso a informações pessoais e dados de contas bancárias.

• Se essa pessoa se apaixonar por si rapidamente e com bastante intensidade, não leve a mal a sugestão, mas é melhor ficar atento(a): pode dar-se o caso de ser amor à primeira vista, sim, mas também pode estar a encetar um relacionamento com um Catfish!

• Instale um antivírus no seu smartphone ou computador e mantenha-o sempre atualizado para evitar receber arquivos infetados.

• Denuncie sempre os perfis que julga pertencerem a Catfishs, indicando o motivo da sua suspeita, e deixe que a plataforma em causa tome providências.

• Participe apenas em sites de relacionamentos seguros, cujas regras de conduta estejam explicitas. Antes de se inscrever, pesquise pela política de privacidade e segurança.

Política de privacidade e segurança em sites de encontros

A maioria dos sites de relacionamentos, proíbem a criação de perfis falsos e o envio de mensagens automáticas. Claro que as informações pessoais para a criação de conta e as mensagens transmitidas entre membros, são consideradas confidenciais e sujeitas ao sigilo profissional, mas isso não invalida uma verificação de perfis e fotografias. Inclusive, nalguns casos, para começar a utilizar a sua conta, o inscrito tem de validar um email enviado pelo site de encontros.

Porém, muitas vezes os Catfishs conseguem contornar estas medidas de segurança em sites de encontros e é por isso que os membros devem ficar atentos e denunciar comportamentos incorretos, de conteúdo ilícito a utilização indevida (fotografias pornográficas, mensagens explícitas, publicidade, spam...). Como? Usando a opção "denunciar" na sua própria página de perfil (um botão disponibilizado na maioria dos sites de relacionamentos) e, se possível, selecionando a conversa que os deixou "com a pulga atrás da orelha".

É claro que é possível bloquear o utilizador suspeito e acabar com a interação, mas se não reportar, os sites de encontros não vão ter a oportunidade de analisar o perfil e aplicar as suas medidas de segurança, evitando que outros membros possam cair na cantiga do malandro.

De amigos coloridos a relações para a vida!

Agora que sabe que os melhores sites de encontros têm medidas de segurança apertadas, inscreva-se!


3 comentários

  • catfish 26 jan 2022, às 11:01

    Se tiver uns bigodes e risquinhas é um cat-fish :D :D :D

  • Miguel 1 fev 2022, às 10:47

    Já fui enganado, marquei encontro com alguém que conheci online e a pessoa não apareceu e mais tarde deduzi que provavelmente nem sequer era a pessoa da fotografia. Por isso agora procuro sempre primeiro falar com a pessoa ao telefone durante alguns dias antes de marcar encontro. Pequenos passos. O caminho faz-se caminhando.

  • Ava 6 fev 2022, às 11:48

    O que é um catfish?

Comente o artigo

Campos obrigatórios *