Blog que avalia e compara sites de encontros

Primeiro encontro! E agora?

07 de Outubro, 2018
Primeiro encontro! E agora?

E agora toca a tomar essa espécie de injeção! Só assim vai melhorar a sua saúde ou evitar doenças, ou seja, melhorar a sua vida amorosa e evitar que fique para tio ou tia. Para mais, o objetivo da sua passagem por um site de encontros era precisamente este, conhecer pessoas, não é verdade?

Já sabe que para passar ao segundo encontro, para começar a namorar (quem sabe casar?) tem mesmo de ultrapassar com distinção o primeiro. Dúvidas sobre como se comportar não vão ajudar a diminuir a ansiedade e também não vale pensar “será que devo marcar um encontro?” ou “se calhar não vou gostar desta pessoa”. Pensamento positivo! Vai ao encontro e vai gostar dessa pessoa, sim, afinal já sabe que ela é interessante porque ambos conversaram horas a fio pelo chat e pelo telefone durante esta semana, não é verdade?

Pois bem, o sucesso ou o fracasso do primeiro encontro é crucial para essa relação. Por isso prepare-se. Não existem dicas 100% seguras no que toca a relacionamentos, mas podemos tentar listar aqui alguns procedimentos que deve adotar precisamente por serem por unanimidade considerados corretos para um primeiro encontro. Vamos a eles?

Escolha o local adequado

Se o seu ou a sua pretendente lhe deixar escolher o local do encontro, aproveite desde logo para fugir ao típico restaurante. Nada de jantares onde a pressão será maior porque vai estar frente a frente, literalmente, com uma pessoa que não conhece onde a necessidade de fazer conversa é maior e a graciosidade do momento menor (já que vai estar a mastigar). Num primeiro encontro opte por um local com um foco externo, ou seja, por um sítio onde a atenção esteja longe dos dois, como um museu, uma exposição, um parque de diversões, uma feira de artesanato ou um simples passeio pelo paredão. Além de serem lugares menos formais, ao estarem a fazer algo em conjunto (que não sentados a uma mesa a olharem um para o outro) descontraem-se e acabam por encontrar mais temas de conversa. Ao estarem ambos mais à vontade há maior facilidade para se conhecerem melhor o que é, precisamente, o objetivo do primeiro encontro.

Por fim, evite marcar encontros em sua casa, em casa da pessoa que vai conhecer ou em sítios isolados… Nunca se sabe, não é verdade? E, independentemente do local onde se vai encontrar com a sua conquista, por favor avise um amigo ou amiga da hora e data. Como se costuma dizer, “mais vale prevenir que remediar”.

Arranje-se com esmero

Se pretende conquistar uma pessoa convém caprichar no visual. No entanto, tratando-se de uma mulher não deve exagerar quer na maquiagem, quer nos acessórios, quer no vestido que vai usar porque se não se sentir confortável e vestida de forma adequada ao local que escolheu para o encontro, não vai estar confiante. E se não estiver confiante o encontro pode correr mal. O mesmo para os homens. Ambos devem verificar se a roupa que escolheram é adequada ao local do encontro. Nada de usar um vestido de gala (mesmo que lhe fique a matar) num parque de diversões. Nada de usar um fato de treino (mesmo que vá para o ginásio a seguir) numa galeria de arte. E tenha atenção ao perfume que vai colocar, duas borrifadelas de um aroma discreto… E chega!

Seja você mesmo(a)

Não fique nervoso(a) no encontro, nem que tenha de tomar um ansiolítico antes! A questão não é tanto o estar e parecer nervoso(a), mas mais o que faz e o que diz quando está com os nervos em franja. A tensão inibe as pessoas de sorrirem e de agirem naturalmente e dar uma primeira impressão errada à sua conquista não está nos planos, correto? O ideal é pôr os nervos de parte e aproveitar para se distrair e divertir. Qualquer homem ou mulher fica encantado com uma pessoa divertida e com bom sentido de humor. Se não conseguir chegar lá pelo menos vença pela simpatia e segurança em si próprio(a).

Além disso, convém não exagerar nem mentir. Nada de ficar a listar as suas conquistas amorosas ou a falar do quão importante é o seu posto lá na empresa. Nem da medalha de ginástica rítmica que ganhou em 1996 nem do facto de conseguir contar até 100 em chinês. Assim vai intimidar a pessoa. Seja sempre igual a si próprio(a) até porque, caso contrário, a coisa poderá avançar para um segundo ou terceiro encontro, mas assim que a sua conquista perceber que foi “enganada”, acaba. A honestidade é a base de qualquer relacionamento.

Escolha os melhores assuntos

Os tópicos de conversa são muito importantes e a forma como se vão lançando e embrenhando uns nos outros também. A este respeito leia também o nosso artigo sobre como abordar alguém num site de encontros. Presencialmente não é assim tão diferente. Comece com alguma conversa fiada. Assuntos vagos e generalistas são excelentes para iniciar um diálogo amigável (tempo, trânsito, restaurante, museu, etc). Depois pode então passar a outros tópicos, entre os quais…

- Elogios.A par (ou depois) da conversa fiada os elogios são ótimos para quebrar o gelo e enaltecer o ego da outra pessoa. Procure algo que realmente o(a) tenha impressionado (corte de cabelo, casaco, sapatos…) e faça-lhe um elogio. Se disser, por exemplo, “estava aqui a reparar no teu relógio… é espetacular!” Em resposta a outra pessoa abrirá um sorriso de orelha a orelha. Mas atenção que deve parecer casual, se o elogio parecer forçado, a coisa vai correr mal.

- Futuro.Pergunte-lhe sobre os seus sonhos, ambições, projetos para o futuro. Mas, por favor, nada de “gostavas de ter filhos?” ou “pretendes casar?”. Esses tópicos estritamente ligados a relações e projeções de uma vida a dois são abomináveis num primeiro encontro. Porém… Se está desgostoso(a) com a imagem ou comportamento da pessoa com quem marcou o encontro, eles são perfeitos para a fazer correr a sete pés e deixar-lhe o resto da tarde ou noite livre.

- Viagens.Se nunca viajou pode passar esta sugestão à frente, mas se já fez algumas viagens este é um tópico excelente para fazer conversa, porque as pessoas adoram falar das suas experiências noutros locais.

Primeiro encontro

- Comida.Como toda a gente come, falar sobre comida é sempre um tópico de recurso porque não tem como falhar. Num restaurante, por exemplo, o pedido da comida pode encetar uma conversa interessante sobre culinária, pode permitir que conheçam os gostos um do outro, que conheçam os alimentos mais exóticos que ambos já experimentaram que fiquem a par do que o outro sabe cozinhar, etc.

- Festas.Festa é festa! Pergunte-lhe a que tipo de festas vai. Se costuma sair à noite. Que locais costuma frequentar. Ao mesmo tempo que está a avaliar se vai ser divertido ir a uma festa com essa pessoa, está a sondar o melhor local para sugerir um segundo encontro. Agora, se a sua conquista lhe disser que não gosta de festas, passe rapidamente a outro tópico, por exemplo: “e cinema, gostas?”

- Gostos pessoais.Qualquer pessoa se sente à vontade a falar da sua música, filmes, livros, peças de teatro preferidas. Por isso, pergunte-lhe pelo livro que mais gostou, pela última peça de teatro que viu ou último concerto a que foi. E confronte as respostas da sua conquista com as suas próprias opiniões e gostos pessoais. Mas se a cada uma destas perguntas, a pessoa disser simplesmente que não gosta… passe de cabeça erguida a outro tópico, por exemplo: “viste as notícias sobre a independência das Berlengas?”

- Problemas sociais.Assuntos relacionados com problemas sociais e/ou polémicos são sempre bem-vindos, porque é rara a pessoa que não tem uma opinião formada e muita vontade em a transmitir (atentados, aborto, droga, pedofilia, insegurança, violência, etc). Mesmo que a opinião dessa pessoa seja diferente da sua, convém que a vá conhecendo e que ao mesmo tempo se dê a conhecer.

- Faça perguntas, mas oiça também.Sim, é importante que fale de si mesmo(a) neste primeiro encontro, mas não ocupe um tempo excessivo falar de si próprio(a) quando o que lhe interessa aqui é a pessoa que está à sua frente. Deixe-a falar até lhe doerem os maxilares, e no final do encontro, se tiver prestado de facto atenção ao que ela disse, vai levar a medalha de mérito de melhor ouvinte para casa, com um segundo encontro praticamente assegurado!

- Planeie o segundo encontro. Se perceber que quer voltar a ver a sua conquista, deve tentar agendar um segundo encontro antes do primeiro terminar. Mas tem de ser esperto(a)! Não deixe para a última! Nada de “foi muito divertido, obrigada. Gostava de repetir!” E a pessoa responde, despedindo-se: “claro. Também gostei muito” e nunca mais a vê. Fica uma semana na expetativa e outra a esquecer que esteve na expetativa e só lá para a terceira ou quarta semana é que se consegue encantar com a perspetiva de um novo primeiro encontro com um outro membro do site de encontros. Não! Aproveite aquele momento em que a pessoa lhe disse que gostava de teatro para lhe propor assistirem em conjunto a uma peça que vai estrear na próxima semana, por exemplo.

Bom e no dia em que vai levar essa pessoa a assistir à peça de teatro está por sua conta. As dicas sobre como conduzir um segundo encontro são por sua conta. Boa sorte!


2 comentários

  • antonio figueiredo 25 fev 2019, às 17:47

    verdade ou amamos ou nao se ama

  • António Serra 5 abr 2019, às 7:23

    O Amor por nós proprios leva também que assim o passemos para alguém que do outro lado o afeto , carinho e sobretudo o respeito .

Comente o artigo

Campos obrigatórios *