Blog que avalia e compara sites de encontros

Visitar o site
5.0 / 10

O Badoo é um dos sites de encontros mais populares a nível mundial, disponível nas versões web e móvel e conta uma plataforma com mais de 400 milhões de utilizadores em 190 países, incluindo uma grande comunidade portuguesa.

Análise

Foco: Encontros e relacionamentos românticos.

Perfis: 423.000.000

Rácio de mulheres: 33%.

Nível de actividade: alto.

Preço de assinatura:  1 mês: 9,99€.   3 meses: 23,97€.   6 meses: 34,50€.

Créditos:  100 créditos: 2€.   550 créditos: 10€.   1250 créditos: 20€.

Modelo de funcionamento: O Badoo destaca-se como uma das mais populares redes de encontros a nível mundial. Opera sob um modelo freemium, que permite a utilização gratuita de determinadas funcionalidades, com a opção de pagar para ter acesso a opções mais avançadas.
Extremamente completo, o Badoo oferece-lhe uma multitude de ferramentas e funcionalidades que tornam todo o processo de procura pelo par ideal fácil, rápido e eficiente. A interface é intuitiva, e através da mesma poderá facilmente pesquisar pessoas por proximidade e afinidade, bem como contactá-las por chat e até estabelecer videochamada.
Ainda que no passado tenha tido uma reputação questionável, sendo diversas vezes acusado de criar perfis sem consentimento, hoje em dia o Badoo encara as questões de segurança como uma prioridade, possuindo mecanismos que permitem validar a autenticidade de cada perfil e dificultando imenso a criação de perfis falsos.
Sendo uma aplicação muito popular, uma das suas principais vantagens é a quantidade de pessoas que lhe dá a oportunidade de conhecer, que é consideravelmente superior à da maioria dos sites de encontros.
Infelizmente, as funcionalidades gratuitas disponibilizadas pelo Badoo podem revelar-se muito limitadas, impossibilitando uma uma actualização muito activa a menos que se pague algo.

Prós

  • Muitos utilizadores e um alto nível de actividade
  • Bom nível de segurança e protecção contra perfis falsos
  • Interface intuitiva

Contras

  • Funcionalidades gratuitas muito limitadas
  • Demasiada persistência na venda de certas funcionalidades
  • Funcionalidades com pouca utilidade que servem apenas para gerar dinheiro, como é o caso dos "presentes"

Sem avaliações de visitantes

A sua avaliação

Campos obrigatórios *